quarta-feira, 4 de março de 2009

PRIMEIRA LIÇÃO DE FÍSICA

PRIMEIRA LIÇÃO DE FÍSICA

poema de Gilberto Wallace Battilana

Só uma mulher pode preencher a saudade de outra.
Um corpo ocupando o mesmo lugar de outro
numa lei da física amorosa, sensual,
mais apurada que a clássica ou a quântica.
Essa nem Kepler, Newton, Heisenberg ou Cavendish, conheciam.
Dois corpos se entrelaçando, jamais se confundindo,
deixando de ser uno ou abolindo a individualidade.
O sentimento nos une, nus, sem nos despir da identidade.
É impossível ser o outro, seus pensamentos e desejos.
Por mais que nos entreguemos num beijo,
é-nos interdito nos abandonar.
Eu serei sempre eu, até a morte.
Ela será sempre, até a morte, ela.

2 comentários:

Fabiana Buono disse...

Nossa seu blog é espetacular !!
Estive lendo aqui e fiquei realmente admirada com a escrita , a forma de expressão e a profundidade enigmática das palavras !
Realmente vale a pena entrar e ficar !!
Um Grande abraço
Fabiana Buono

sandraoliveira disse...

... entro e penso que te conheço
mas sempre me surpreendo
és tanto mais que leio
és tanto mais...
beijo meu poeta
Sandra Oliveira